Pré-natal, o segredo do sucesso na gestação!

Pré-natal, o segredo do sucesso na gestação!

Pré-natal é o acompanhamento de todo o período gestacional. No mínimo são necessárias seis consultas de acompanhamento com o ginecologista obstetra, para que o pré-natal aconteça. Uma no primeiro trimestre, duas no segundo e três no terceiro trimestre da gestação. Além dos exames de imagem e sangue solicitados pelo seu médico. O bebê e a mamãe devem ainda fazer uma consulta quando a criança tiver cerca de 42 dias de nascido.

A importância do pré-natal é além de acompanhar o crescimento do feto e a saúde da futura mamãe, poder identificar doenças pré-existentes no organismo da mulher, como a hipertensão arterial, diabetes, doenças do coração, anemias, sífilis, etc.

Através dos exames feitos durante a gravidez é possível detectar os problemas fetais, como as más formações. Algumas delas identificadas permitem o tratamento intrauterino. O que proporciona ao recém-nascido uma vida normal.

Um dos testes mais comuns e importante é feito entre a 11ª e a 13ª semana de gravidez por meio de ultrassom. Nele, o médico mede a quantidade de um líquido atrás do pescoço do bebê chamado translucência nucal. O procedimento tem o objetivo de detectar a síndrome de Down.

Mas, outros exames também são imprescindíveis, principalmente logo após o nascimento do bebê e previnem riscos como deficiência mental, auditiva, cardíaca, na vista, no quadril e até para ingerir o leite materno. Por isso, assim que nascem os bebês são encaminhados para uma pequena bateria de testes: do pezinho, tipagem sanguínea, do olhinho, da orelhinha, da linguinha, do coraçãozinho e do quadril.